<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=198441680778117&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">
people-12

DURAÇÃO

5 anos

people-13

GRAU

Bacharel

people-14

MATRIZ CURRICULAR

Acesse aqui!

Como é o curso de Engenharia Ambiental

O curso de Engenharia Ambiental conduz estudos de gerenciamento de resíduos, avaliação de riscos, aconselhamentos sobre tratamentos e contenções. Os estudantes também projetam sistemas para abastecimento e tratamento de água municipal ou industrial, além de pesquisar o impacto ambiental dos projetos de construção propostos. 

Alguns engenheiros ambientais optam por estudar maneiras de minimizar os efeitos da chuva ácida, aquecimento global, emissões de automóveis e esgotamento da camada de ozônio. Eles também colaboram com cientistas ambientais, planejadores, técnicos e outros especialistas do setor. 

O que esperar da prática profissional em Engenharia Ambiental

Os engenheiros ambientais geralmente fazem o seguinte:

  •  Preparam, revisam e atualizam relatórios de investigação ambiental;
  • Executam projetos que levem à proteção ambiental em consideração, tais como instalações de recuperação de água, sistemas de controle de poluição do ar e operações que convertem resíduos em energia;
  • Obtém, atualiza e mantém planos, permissões e procedimentos operacionais padrão;
  • Fornecem suporte técnico para projetos de remediação ambiental e para ações legais;
  •  Analisam dados científicos e realizam verificações de controle de qualidade;
  •  Monitoram o progresso dos programas de melhoria ambiental;
  •  Inspecionam instalações e programas industriais e municipais para garantir a conformidade com os regulamentos ambientais;
  • Aconselham empresas e órgãos governamentais sobre procedimentos para limpar locais contaminados.

Como é o perfil do Engenheiro Ambiental

Se você não tem certeza se quer seguir uma carreira como engenheiro ambiental, veja os seguintes tópicos de qualidades pessoais específicas para avaliar seus interesses.

Imaginação: os engenheiros ambientais, às vezes, precisam projetar parte de sistemas maiores. Ou seja, será necessário prever como os projetos propostos irão interagir com outros componentes do sistema como um todo, incluindo trabalhadores, máquinas e equipamentos, além do meio ambiente.

Interpessoal: eles geralmente trabalham com engenheiros de outras áreas e cientistas que projetam outros sistemas e com os técnicos e mecânicos que colocam os projetos em prática. Por isso, o bom relacionamento interpessoal é uma peça-chave para o desempenho desse profissional.

Habilidades para encontrar soluções: ao projetar instalações e processos, os engenheiros ambientais se esforçam para resolver vários problemas ao mesmo tempo, da segurança dos trabalhadores à proteção ambiental. Eles devem ser capazes de identificar e antecipar problemas, a fim de evitar perdas para seus empregadores, fornecer segurança aos trabalhadores e minimizar danos ambientais.

Boa leitura: os engenheiros ambientais, muitas vezes trabalham com empresários, advogados e outros profissionais fora de seu campo de atuação. Frequentemente, eles precisam ler e entender documentos com tópicos fora do seu escopo de treinamento.

Escrita clara: devem ser capazes de escrever com clareza para que outras pessoas, sem treinamento específico, possam entender seus planos, propostas, especificações, descobertas e outros documentos.

Como é o mercado de trabalho de Engenharia Ambiental

Graças às ações de conscientização ambiental para a redução nos impactos ambientais causados pelas indústrias visando a preservação dos recursos naturais, essa profissão está em alta no mercado. Prevê-se que o emprego de engenheiros ambientais cresça 15% entre 2012 e 2022, mais rápido que a média para todas as outras ocupações.

As preocupações dos governos estaduais e locais sobre a água estão buscando esforços para aumentar a eficiência no uso dos recursos naturais. Esse foco difere do tratamento de águas residuais, pelo qual essa ocupação é tradicionalmente conhecida.

Espera-se que a exigência do governo federal de limpar locais contaminados ajude a sustentar a demanda pelos serviços desses engenheiros, principalmente aqueles que trabalham para o setor governamental. 

Além disso, o tratamento de águas residuais está se tornando uma preocupação maior em outras áreas do país, onde novos métodos de perfuração de solo exigem o uso e descarte de grandes volumes de água. 

No geral, esse profissional possui oportunidades em vários lugares (setor público e privado), devido à relevância atual da questão ambiental e as novas regras que as empresas estão submetidas, podendo atuar nas seguintes áreas: bioprocessos e biotecnologia, controle, ensino, geoprocessamento, gestão, recuperação de áreas, saneamento, entre outras.

É um fato que, eles continuarão sendo necessários para ajudar as concessionárias e as estações de tratamento de água a cumprirem os novos regulamentos ambientais federais ou estaduais. 

Um Engenheiro Ambiental ganha, em média, cerca de R$ 6.488,58 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais, de acordo com pesquisa do Salário.com.br.

Por que estudar Engenharia Ambiental na Doctum

O curso de Engenharia Ambiental prepara profissionais e empreendedores para atuar na gestão e planejamento de políticas voltadas para a conservação do meio ambiente e sustentabilidade. 

A formação habilita engenheiros para indústrias, usinas de geração de energia, fiscalização de recursos ambientais e consultorias. No setor de atuação, serão capazes de avaliar riscos de impactos ambientais e viabilidade econômica. 

A estrutura curricular da Doctum prevê disciplinas de fundamentação teórica e experiência prática na administração de tecnologias, que preveem a melhoria na qualidade de vida da população e ganhos econômicos para as empresas.

Eventualmente, os engenheiros ambientais podem avançar para se tornar especialistas técnicos ou supervisionar uma equipe de engenheiros e técnicos. Alguns podem até se tornar gerentes de engenharia ou passar para cargos executivos. 

No entanto, antes de assumir uma posição gerencial, um engenheiro geralmente trabalha sob a supervisão de um engenheiro mais experiente. 

O avanço para uma posição gerencial geralmente requer uma pós-graduação, especialização ou mestrado, por isso, possuir um diploma de graduação é tão importante para o crescimento de sua carreira no futuro.

Para você que quer ter uma visão ampliada do curso escolhido, as atividades acadêmicas como o Ateliê Científico, o Grupo de Leitura Supervisionada (Grules) e a disciplina integradora promovem a integração dos currículos e a participação conjunta dos alunos de diversos estágios da formação e do curso escolhido. 

Gostou? Então faça sua inscrição no vestibular da Doctum e dê o primeiro passo na sua carreira de engenheiro.

MAIS INFO SOBRE O CURSO

 

Saiba Mais!

Preencha o formulário que logo entraremos em contato!